22 de fevereiro de 2024

MEGABYTE

Notícias, Dicas e Tutoriais do Mundo da Tecnologia.

Harvard lista alimentos que você deve evitar se quiser ter boa memória

Leia em 2 minutos
Harvard lista alimentos que você deve evitar se quiser ter boa memória


Ao contrário dos superalimentos que promovem a saúde, há uma lista preocupante de alimentos que, quando consumidos em excesso, podem desencadear danos severos ao nosso organismo, contribuindo para diversas doenças.

Entre esses vilões alimentares, encontramos os alimentos ultraprocessados, cujos malefícios foram identificados pela Universidade de Harvard.

Esses produtos alimentícios passam por múltiplos processos industriais, incluindo a adição de aditivos, corantes e conservantes, resultando em itens com baixo valor nutricional e altos teores de gorduras saturadas, açúcares e sódio.

O consumo exacerbado de alimentos ultraprocessados está associado a uma série de problemas de saúde, tais como obesidade, diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares.

A carência de nutrientes essenciais nesses alimentos pode impactar adversamente a saúde gastrointestinal e a função metabólica.

Optar por alimentos frescos e menos processados é crucial para manter uma dieta equilibrada e promover o bem-estar.

Alimentos que Harvard não recomenda consumir

Imagem representando alimentos ultraprocessados – Imagem: Reprodução

  • Alimentos ultraprocessados estão associados ao encurtamento das extremidades dos cromossomos, o que pode desencadear doenças degenerativas.
  • Alimentos fritos são conhecidos por afetar a memória. Adoçantes artificiais podem aumentar a quantidade de bactérias nocivas no estômago, impactando o humor.
  • O consumo excessivo de açúcares adicionados está relacionado a problemas de memória e a doenças crônico-degenerativas, como diabetes e obesidade.
  • Óleos processados: óleos com grandes quantidades de ácidos graxos ômega-6 podem causar inflamação no cérebro e danificar os vasos sanguíneos.

Diante desses alertas, é fundamental conhecer os alimentos que contribuem para a saúde cerebral e podem melhorar a memória.

Uma dieta balanceada desempenha um papel crucial na manutenção de um cérebro saudável.

Alimentos recomendados para aprimorar a memória

  • Peixes oleosos são fontes de ácidos graxos ômega-3, como salmão, atum, sardinha e anchova, essenciais para o desenvolvimento e a função cerebral.
  • Nozes e sementes são ricas em ácidos graxos ômega-3 e vitamina E, que protegem os neurônios contra danos.
  • Espinafre: Fonte de folato, uma vitamina B crucial para o funcionamento cerebral.
  • Frutas vermelhas: Ricas em antioxidantes, essenciais para proteger as células cerebrais contra danos.

Frutas vermelhas – Imagem: Reprodução

  • Ovos: fonte de colina, fundamental para o desenvolvimento e funcionamento cerebral.
  • Chocolate amargo: rico em flavonoides, que possuem propriedades antioxidantes e podem melhorar a função cerebral.

Além desses alimentos, é vital seguir uma dieta geralmente saudável, composta por uma variedade de frutas, vegetais, grãos integrais e proteínas magras, além de manter-se hidratado com uma ingestão adequada de água.

Esses cuidados alimentares podem ser a chave para manter a saúde cerebral e preservar a memória ao longo do tempo.

Copyright © Todos os direitos reservados. | Newsphere by AF themes.